<< Chapter < Page Chapter >> Page >
Capítulo onde descrevemos técnicas de design arquitetural. Este capítulo ainda está em construção. Ele precisa de exemplos e estudos de caso para as técnicas citadas.

Ao introduzirmos design de software, citamos alguns princípios e técnicas que são fundamentais ao processo, pois facilitam a representação e a escolha da solução entre as alternativas de design. No entanto, não fomos explícitos sobre como estes princípios e técnicas são fundamentais ao processo de design arquitetural. Já no capítulo sobre atributos de qualidade, mencionamos a existência de táticas arquiteturais que ajudam na implementação de alguns requisitos de qualidade, mas não apresentamos essas táticas a não ser de forma breve e apenas por meio de exemplos.

Este capítulo, por sua vez, tem como objetivo tanto apresentar os princípios de design em nível arquitetural, quanto apresentar algumas táticas arquiteturais que implementam requisitos de qualidade. Neste capítulo, descrevemos os seguintes princípios de design arquitetural:

  • uso da abstração ou níveis de complexidade;
  • separação de preocupações; e
  • uso de padrões e estilos arquiteturais.

Em relação às táticas arquiteturais, apresentamos as que implementam os seguintes atributos de qualidade:

  • desempenho e escalabilidade;
  • segurança;
  • tolerância a faltas;
  • compreensibilidade e modificabilidade; e
  • operabilidade.

Princípios e técnicas de design arquitetural

Há alguns princípios e técnicas que, quando aplicados, geralmente resultam em boas soluções de design. Entre eles, podemos citar: divisão e conquista, abstração, encapsulamento, modularização, separação de preocupações, acoplamento e coesão, separação de interfaces de suas implementações, entre outros. Inclusive, muitos destes já foram apresentados no capítulo sobre Design, mas sem o devido foco em design arquitetural. Por isso, nesta seção, descrevemos novamente alguns deles, desta vez mostrando seu papel na arquitetura. Os princípios e técnicas que apresentamos a seguir são três: uso da abstração ou níveis de complexidade, separação de preocupações e uso de padrões e estilos arquiteturais.

Abstração

Abstração é a seleção de um conjunto de conceitos que representam um todo mais complexo. Por ser um modelo do software, a arquitetura já elimina, ou em outras palavras, abstrai naturalmente alguns detalhes do software. Por exemplo, é comum que não tenhamos decisões em nível algorítmico na arquitetura. Mesmo assim, podemos tirar proveito do uso de níveis de detalhe (ou de abstração) ao projetá-la.

Podemos nos beneficiar do uso da abstração ao realizarmos o processo de design de forma iterativa, onde cada passo é realizado em um nível de detalhe. De forma simplificada, podemos dizer que a sequência de passos pode ocorrer seguindo duas estratégias de acordo com os níveis de abstração do software.

A primeira estratégia é a top-down (do nível mais alto de abstração para o mais baixo). Se o design ocorre no sentido top-down , o arquiteto usa elementos e relações arquiteturais descritos em alto nível de abstração para iniciar o projeto da arquitetura. No primeiro nível de abstração, o mais alto, é comum que os elementos arquiteturais usados no projeto mostrem apenas o que realizam e não como realizam suas responsabilidades. A partir daí, a cada passo do processo, o arquiteto segue refinando o design, adicionando mais detalhes aos elementos arquiteturais e às suas relações, até que possuam informações sobre como realizar suas responsabilidades. Neste ponto, é comum termos elementos arquiteturais que realizam funções e serviços mais básicos ou de infraestrutura e que, eventualmente, farão parte da composição das funcionalidades em níveis mais altos.

Questions & Answers

a perfect square v²+2v+_
Dearan Reply
kkk nice
Abdirahman Reply
algebra 2 Inequalities:If equation 2 = 0 it is an open set?
Kim Reply
or infinite solutions?
Kim
y=10×
Embra Reply
if |A| not equal to 0 and order of A is n prove that adj (adj A = |A|
Nancy Reply
rolling four fair dice and getting an even number an all four dice
ramon Reply
Kristine 2*2*2=8
Bridget Reply
Differences Between Laspeyres and Paasche Indices
Emedobi Reply
No. 7x -4y is simplified from 4x + (3y + 3x) -7y
Mary Reply
is it 3×y ?
Joan Reply
J, combine like terms 7x-4y
Bridget Reply
im not good at math so would this help me
Rachael Reply
how did I we'll learn this
Noor Reply
f(x)= 2|x+5| find f(-6)
Prince Reply
f(n)= 2n + 1
Samantha Reply
Need to simplify the expresin. 3/7 (x+y)-1/7 (x-1)=
Crystal Reply
. After 3 months on a diet, Lisa had lost 12% of her original weight. She lost 21 pounds. What was Lisa's original weight?
Chris Reply
preparation of nanomaterial
Victor Reply
Yes, Nanotechnology has a very fast field of applications and their is always something new to do with it...
Himanshu Reply
can nanotechnology change the direction of the face of the world
Prasenjit Reply
At high concentrations (>0.01 M), the relation between absorptivity coefficient and absorbance is no longer linear. This is due to the electrostatic interactions between the quantum dots in close proximity. If the concentration of the solution is high, another effect that is seen is the scattering of light from the large number of quantum dots. This assumption only works at low concentrations of the analyte. Presence of stray light.
Ali Reply
the Beer law works very well for dilute solutions but fails for very high concentrations. why?
bamidele Reply
how did you get the value of 2000N.What calculations are needed to arrive at it
Smarajit Reply
Got questions? Join the online conversation and get instant answers!
QuizOver.com Reply

Get the best Algebra and trigonometry course in your pocket!





Source:  OpenStax, Arquitetura de software. OpenStax CNX. Jan 05, 2010 Download for free at http://cnx.org/content/col10722/1.9
Google Play and the Google Play logo are trademarks of Google Inc.

Notification Switch

Would you like to follow the 'Arquitetura de software' conversation and receive update notifications?

Ask